Mensagens

Blogagem Coletiva: O Que Me Mantém Na Blogosfera?

Imagem
Esta postagem faz parte da Blogagem Coletiva de Julho do Together, um projeto para unir a blogosfera! Para saber mais, clica aqui. Saudações Unicórnios!

Agora meti-me noutro projeto, que achei muito interessante. Vamos ver se chego até ao fim, tenho mais jeito para começar as coisas do que para as acabar. Por falar em começar as coisas e não as acabar, o tema deste mês do Together é: "O que te mantém na blogosfera?", e realmente, essa é uma boa pergunta, nem eu sei, mas vou tentar responder neste post.

Como tudo começou... Acho que vale a pena começar pelo início (faz sentido). A primeira vez que eu soube da blogosfera foi através de uma amiga quando eu tinha, aproximadamente, 12 ou 13 anos (tanto que se forem ao meu perfil podem ver que criei esta conta em outubro de 2011). Essa minha amiga tinha um blogue de turma na escola, e nós decidimos criar um blogue para nós as duas (já nem me lembro do que lá publicávamos), uma brincadeira. Porque qual é o propósito de ter um blog…

Reflexões: Weeaboos e Koreaboos | Apropriação Cultural

Imagem
Saudações Unicórnios!

Hoje trago um post um pouco mais sério, não sei bem se é uma opinião, porque não tenho uma opinião bem formada sobre isto, sendo que, pelo título já devem saber que é um assunto controverso e, por vezes, confuso, mas eu gostava muito de saber o que acham e vamos considerar isto uma mera reflexão sobre o assunto, portanto sem mais demoras, passaremos ao que interessa.

O que são Weeaboos / Koreaboos? Um Weeaboo é uma pessoa que fica tão obcecada com a cultura japonesa que começa a agir como se fosse japonesa tendo como base um estereótipo (falar em japonês no meio das frases, agir de uma maneira "kawaii" e, resumidamente, querer ser japonês a todo o custo). Um Koreaboo é basicamente a mesma coisa, mas o termo aplica-se à cultura coreana.

Como é que os Weeaboos e os Koreaboos se relacionam com apropriação cultural? Os Weeaboos / Koreaboos agem de acordo com um estereótipo, o que é, obviamente, ofensivo. Era quase como se um Japonês ou um Coreano começasse …

Dramas: Lookout [Review]

Imagem
Saudações Unicórnios!

Eu já vi este drama há algum tempo mas a vontade de escrever aqui no blogue não tem sido muita.

Lookout foi-me recomendado por um amigo que me disse ser muito bom, mas a verdade é que eu acho que não apreciei tanto o drama como ele.

É um drama bom, tem muita ação, uma boa banda sonora, bons atores, boas personagens que mostram um desenvolvimento, no entanto, para mim o mistério que eles tentaram pôr ali no meio foi muito fraco, demasiado previsível para quem está habituado a ver ou ler obras de ficção deste tipo (policial/ação).

Houve algumas falhas no enredo, certos pontos não fizeram sentido ou não foram desenvolvidos como deviam, tendo isto dito, apesar do bom desenvolvimento das personagens, a nível psicológico principalmente, o desenvolvimento da história não foi assim tão intrigante e surpreendente como eu esperava de um drama deste género.

As reviews, no geral, são bastante positivas, estando este drama classificado com 8.5 (de 10) estrelas no MyDramaList.…

Dramas: Weightlifting Fairy Kim Bok Joo [Review]

Imagem
Saudações Unicórnios!

Hoje trago uma review (sem spoilers) de um drama que acabei de ver recentemente. Weightlifting Fairy Kim Bok Joo é um drama sul coreano, foi transmitido durante o final de 2016 e o início de 2017 na MBC (canal televisivo).

Há pouco tempo, acabei de ver Legend of the Blue Sea. Apesar de ter gostado bastante, não achei que vocês estivessem interessados numa review aqui no blogue e a maioria das coisas que eu tinha para dizer sobre esse drama eram apenas uma questão de gosto pessoal, não havia nada que valesse a pena realçar.

No entanto, Weightlifting Fairy Kim Bok Joo superou as minhas expetativas. Sendo assim, primeiro vou dar-vos uma breve sinopse e depois passo a falar-vos sobre o que eu achei do drama.

Sinopse:
Kim Bok Joo tem 21 anos e frequenta uma universidade de desporto. Desde pequena que tem muita força e que aspira em ser weightlifter (levantadora de pesos), tal como o seu pai. Ela tem duas grandes amigas, Seon Ok e Nan Hee que, tal como ela, também são

Livros: Maze Runner - Correr ou Morrer [Review]

Imagem
Saudações Unicórnios!

Dia cinco de junho (sim, data em que escrevo isto) e eis que finalmente acabo o livro que me tem demorado tanto para ler (porque tive leituras obrigatórias para a faculdade pelo meio e... enfim, eu não sou daquelas pessoas que conseguem ler dois livros ao mesmo tempo sem perder o fio à meada).

Eu vou tentar fazer uma breve review sem spoilers dando a minha opinião sobre o livro, de forma a que vocês possam decidir se o querem, ou não, ler.

Sinopse:
"Quando desperta, não sabe onde se encontra. Sons metálicos, a trepidação, um frio intenso. Sabe que o seu nome é Thomas, mas é tudo. Quando a caixa onde está para bruscamente e uma luz surge do teto que se abre, Thomas percebe que está num elevador e chegou a uma superfície desconhecida. Caras e vozes de rapazes, jovens adolescentes como ele, rodeiam-no, falando entre si. Puxam-no para fora e dão-lhe as boas vindas à Clareira. Mas no fim do seu primeiro dia naquele lugar, acontece algo inesperado - a chegada da p…

Livros/Pessoal: Feira do Livro de Lisboa 2017

Imagem
Saudações Unicórnios!

Já foram à Feira do Livro este ano? Disseram-me que está maior, mas não me pareceu assim tão maior como eu esperava. Não é por isso que deixa de ser divertida.

Novamente, este ano, os preços não foram surpresa nenhuma, pequenos descontos, mas muitos dos livros continuam a um preço alto demais para um contexto de feira. Foi exatamente por isso que apenas comprei três livros para mim.

Vou começar por vos mostrar o livro que eu já tinha em mente comprar antes de ir à feira, é de uma escritora islandesa muito famosa pelos seus thrillers policiais, há um pouco de Portugal na trama e foi publicado pela Quetzal cá. Já sabem qual é?

O Silêncio do Mar, da escritora que me fez querer saber mais sobre a Islândia e que me conquistou com Lembro-me de Ti, Yrsa Sigurdardóttir.

Sinopse:
"Um iate de luxo chega à marina de Reiquiavique sem ninguém a bordo. O que aconteceu à tripulação e à família que seguia nele quando zarpou de Lisboa? Um iate abandonado e uma jovem família d…

Filmes: 7 Razões Pelas Quais os Filmes de Terror Não Fazem Sentido

Imagem
Saudações Unicórnios!
Eu admito que não sou grande fã de filmes de terror, primeiro porque não gosto de ter medo, segundo porque fico sem dormir durante uma semana, terceiro porque, de acordo comigo mesma, mais de 90% dos filmes de terror não fazem sentido.

1. Se o objetivo do assassino é matar a vítima, porque é que ele haveria de lhe telefonar e, consequentemente, de lhe dar uma oportunidade para se safar?

2. Porque é que os espíritos sentem a necessidade de abanar e mexer em coisas sempre que estão a ser observados?

3. As personagens principais tomam sempre as piores decisões e sobrevivem. Os que são más pessoas são sempre os primeiros a morrer. Às vezes parece que o assassino é o karma em pessoa. Estranho não é?
4. Tudo se passa à noite. Óbvio que isso é porque o ser humano tem medo do desconhecido e o facto de estar escuro aumenta o medo causado, mas pelo menos podiam inventar uma explicação para isso dentro do contexto em que o filme se passa.

5. Porque é que os espíritos ou os …